sábado, 18 de julho de 2015

Desenhando... - Sketches!


Yo!

Faz algum tempo que eu não posto nenhum desenho que eu fiz no papel, e por algum tempo eu quero dizer MUITO tempo. Enfim, eu não tenho nada muito especial, então eu queria mostrar alguns dos meus trabalhos mais recentes. 

As fotos não estão lá essas coisas, já que eu tenho uma incrível habilidade para tirar fotos mas bem, a Ai-chan disse que já era alguma coisa... 〆(・∀・@)






















Administradora: My-chan

Higurashi no Naku Koro Ni

Yo!


Eu terminei de assistir esse anime esses dias, mas só agora tive coragem para postar. ( Ai, ai o fim das férias é uma época de depressão.) 


Eu enrolei bastante para terminar de assistir as outras temporadas depois de assistir a primeira, mas devo dizer que me arrependi de não ter terminado antes. O anime é muito bom, é bem... obscuro, em vários sentidos. 

Se você é do tipo que tem preguiça de assistir animes com várias temporadas, por favor, assista esse. Não vai se arrepender!

............................................................................................
A história se passa durante Junho de 1983, numa vila rural fictícia chamada Hinamizawa (baseada na vila de Shirakawa, Gifu) que possui a população de aproximadamente 2000 habitantes. O personagem principal da série, Keiichi Maebara, se muda para uma vila chamada Hinamizawa e se torna amigo de suas colegas de classe: Rena Ryuugu, Mion Sonozaki, Rika FurudeSatoko Hoojoo. Keiichi se junta as atividades do clube após a escola, que consistem, na maioria das vezes, em jogos de cartas ou tabuleiro. A vila de Hinamizawa, aparentemente é normal e pacífica. Entretanto a tranquilidade termina quando é iniciado o festival anual Watanagashi, que comemora e agradece ao deus local, Oyashiro-sama


Higurashi No Naku Koro Ni (Online)

Higurashi No Naku Koro Ni (download)



Análise (Spoilers Alert)



Eu amei as openings e as endings de todas as temporadas. Principalmente da segunda. A arte não é tão bem trabalhada, mas eu acho que é um anime relativamente colorido. 

A história é bem wtf no começo, apenas mostrando várias histórias com os personagens em cada vez uma catástrofe diferente acontecia. ಠ_ಠ ( Santa tragédia, devo dizer.)
Na primeira temporada você não sabe muito bem a razão de tudo isso. Porém ele apresenta pouco a pouco situações que são a chave para todo o desenrolar da história. A maldição da Oyashiro-sama  , o festival de Watanagashi, Takano Miyo e a Furude Rika são alguns deles que você nota claramente que tem alguma importância a mais. 


Somente na segunda temporada, apesar de começar tão misteriosa quanto a primeira, você vai entender toda a situação do anime. A Rika tem uma ligação direta com a Oyashiro-sama, (Quase desmaiei quando comecei a desconfiar que aquele espírito que seguia ela era a tal deusa (╯°□°)╯︵ ┻━┻) e elas viajam por várias dimensões, sempre na mesma vila para tentar impedir que a mesma seja morta. 

Como ela presenciou várias falhas, já não luta com tanto esforço, achando que o destino era inevitável, isto é, até a uma Hinamizawa onde seus amigos tem algumas poucas recordações das vidas passadas e tomam atitudes diferentes. Com isso, ela aumenta suas expectativas com os conselhos de Keichi, apesar de Hanyu insistir em não acreditar muito em um futuro. 

Eles tentam lutar de várias formas possíveis, e até descobrem quem estava tentando matá-la, porém acabam falhando e apesar de seu destino ser a morte mais uma vez, Rika pede para que Takano a mate enquanto ela estivesse viva para se lembrar exatamente de quem seria seu inimigo no próximo mundo. 

  
Com mais uma tentativa, Furude acaba tendo um apoio muito maior e mais poder. Conseguindo assim derrotar a organização de Takano e mudar o destino. 

Eu achei muito bom os diversos fatores incluídos na história. A doença de Hinamizawa como principal fator. Cada personagem tem seu próprio passado bem desenvolvido também, em geral Higurahsi no Naku Koro Ni é um ótimo anime. Não deixando de explorar bem, cada personagem. 



A terceira temporada foi mais... algo como um extra. Um mundo alternativo criado por Hanyuu. Achei bem interessante, quase especificamente para fechar qualquer brecha na história. Apreciei muito o fato de mostrarem o passado da Takano, seus motivos, e nos deixando acompanhar a deterioração de sua mente pouco a pouco. 



Era basicamente isso que eu tinha para falar. Muito bom anime, recomendo a todos que ainda não assistiram. (づ。◕‿‿◕。)づ






Administradora: My-chan

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Mikagura Gakuen Kumikyoku!



Yo!

Tudo bom? Como vai a família? Os parentes? Primos? (what) 

Erm, então. Eu gostei bastante de Mikagura Gakuen. O que mais me chamou atenção nele, na primeira vez que eu o vi foi essa arte linda e maravilhosa. Quase não acreditei em meus olhos. (vou até dar um desconto para os problemas de anatomia em algumas partes) 

  O único ponto negativo, é que eu esperava um desenvolvimento melhor. Quer dizer, quaaaase saiu da linha de raciocínio mas nos últimos segundos ali até que voltou a se encaixar nos trilhos e deu tudo certo. : 3. 

..................................................................................
Ichinomiya Eruna, uma caloura que sonhou uma vida escolar cheia de fofura, entrou numa escola particular, a Academia Mikagura. Nesta escola, cada representante dos clubes culturais tem de batalhar uns com os outros com poderes únicos! Seus alojamentos e refeições são baseados na influência que cada clube tem

.........................................................................................................

Mikagura Gakuen Kumikyoku


Análise: Spoilers!!




Minha sincera opinião sobre a opening e a ending: wtf. Okay, as segundas op e end foram muito boas. 

Sério eu me fascinei com a quantidade de detalhes e cores na arte desse anime. Parabéns viu. 


Bom, a história gira ao redor da Eruna tentando ser reconhecida pela Seisa (assista 2 episódios e você nunca mais esquecerá o nome dela.) e criar um novo clube. 

Você na verdade nem percebe, é como se a história prosseguisse e não prosseguisse ao mesmo tempo. Mas o anime já tinha me conquistado só pelas batalhas entre clubes. Ação, poderzinhos e explosions são meu ponto fraco. (CABUM! )

Não tenho muito o que falar sobre esse anime, ele é bem interessante. Mais para você dar uma descontraída, e eu tenho que dar um prêmio pra pessoa que escreveu a história. Meu deus, até que enfim alguém explora os personagens que tem. Obrigada! 

Achei ótimo que tenham explorado o passado do Kyoma, Akama, o jeito que as histórias se entrelaçam com os outros personagens torna o anime bem mais fácil de continuar assistindo. Não deixa aquela coisa repetitiva de sempre. Quer dizer, esse gênero, não tem como evitar, é repetitivo, por isso os autores tem que dar seus pulos para fazer se tornar interessante. 




Gostei muito da atenção aos detalhes das características de cada personagem. Modo de falar, detalhes nas roupas, preferências, são coisas importantes e funcionam muito bem nesse tipo de anime que se distinguam bastante entre si. Então, mais um ponto positivo para o anime. 

A Otone não é o tipo de personagem que eu gosto muito, entretanto ela vai demonstrando uma importância maior no decorrer do anime e eu consegui ver ela de um modo menos irritante. 

Para o desfecho, o anime foi soltando pequenos detalhes importantes, ali e aqui, tal que a bomba explodiu mesmo no episódio final. Foi meio confuso, bem rápido mas! Funcionou. 
Só achei meio estranho que o Shigure simplesmente soltou o passado da escola em dois minutos e pronto, quer dizer dava para saber que as famílias dele e da Eruna eram importantes mas não sei se foi muito bem apresentado. 
Tinha sua relevância, porém eu acho que ele devia ter contado isso antes. 

Eu gostei muito das últimas batalhas, porque apesar do anime ter competições e torneios o tempo todo, (o tempo TODO)  o anime não mostra muito delas e muitas vezes não mostram ela completa. 
Eu se que é cansativo, tanto pra desenhar quanto para assistir mas eu queria que não demonstrassem tanto cuidado assim para encurtar a batalha. 
(O engraçado é que, os animes dessa temporada, eu baixei e a equipe que traduziu foi deixando "comentários" bem interessantes pelos episódios. ◉_◉)

E pela minha perspectiva da história, eu achei que ia ser algo bem mais extenso. Porém o problema da Seisa se resolveu... aparentemente fácil. O que é bom, quer dizer, quase original. Deve ser porque eu estou acostumada com aquela situações onde os personagens não conseguem (parecem até que não querem)  que o problema seja resolvido. Já perderam esperança na vida e tem choradeira, luta, talvez uma frase de efeito, choradeira de novo e aí sim o desfecho. ヾ(⌐■_■)ノ♪
Mikagura Gakuen, não! "Se eu vencer você vem para o meu clube" "okay". Fim. 
Maravilha, realmente, achei...fantástico. 



E se nenhum dos pontos positivos que eu citei funcionarem, calma, ainda há pelo menos meia hora de fanservice em todo o anime. :3

Gostei do animes, e pelo final eu acho que é o suficiente. Pessoalmente acho que ele acabou de forma boa. ( afinal eles enfiaram tudo que ainda não tinha sido explicado no último episódio) e não faco questão de uma segunda temporada. 

Chega de texto! Espero que tenham gostado do post. \ (•◡•) /





Administradora: My-chan




Hibike! Euphonium

Yo!

"E o prêmio de autora mais dedicada do ano vai para..."

Olha lá, desde mês passado temos UM post no blog. Esse sim que é bom! 
Pois bem, até semana passada eu estava arduamente batalhando para passar nas minhas provas bimestrais. Essa época de meio do ano que o único pensamento na sua cabeça é : "Eu prefiro morrer a frequentar um dia a mais nessa escola!" então sim, eu estudei. (ಠ_ಠ) 
Como se não bastasse ao mesmo tempo eu sofria a tortura mais cruel de todas que é não poder assistir animes! Eu estava em semana de provas afinal. ( E uma lágrima escorria a cada vez que eu via mais episódios sendo lançados.)  Porém deus é bom e eu estou de férias!!

Okay, eu sei que vocês estiveram com saudades (ah claro, com certeza...) mas vamos cortando papo que eu vou aqui apresentar minha bíblia que eu chamo de análise. 

Hibike foi um anime que eu passei o olho, pensei e resolvi assistir. Eu gosto de animes de música desse tipo mas eu devo confessar que eu não estava esperando muito não. Achei que era um daqueles mais tranquilos do tipo que você termina de ver e fala "Ah ok, foi legal". 

MAS NÃO! NÃO MEUS CAROS! 

Para minha surpresa ele tratou de temas muito mais sérios, muito mais realistas do que eu pensava e nossa... tocou meu coração. ༼ つ ಥ_ಥ ༽つ

......................................................................................................
Kumiko Oumae é uma colegial que costumava fazer parte da orquestra escolar durante o fundamental. Em seu primeiro ano do Ensino Médio, suas colegas de classe, Hazuki e Safira, decidem se juntar à orquestra escolar. Entretanto, Kumiko descobre que sua antiga colega, Reina, também está no grupo, e hesita ao lembrar-se de um incidente que ocorreu entre ambas no passado.


(Muito obrigado Sakura Animes pela disponibilidades do ctrl c ctrl v)




Hibike! Euphonium (Download)
Hibike! Euphonium (Online)



- Análise (Muito spoilers~~)




Opening e Ending... , achei bem feitas mas nada muito chamativo. Bem estilo "vida diária" mesmo. 

Arte linda, magnífica (brilhinhos e gliter incluídos)

Como eu já disse antes, Hibike! Euphonium me impressionou muito. Kumiko era uma garota que tocava Eufônio apenas por tocar, não tendo grandes expectativas de ir para o Nacional com sua banda. Ela muda de escola e o comportamentos dos membros do clube de música de lá não são muito diferentes, até a chegada do Taki Noboru. Este que pergunta se todos queriam apenas tocar por diversão ou almejavam algo maior. A turma acaba respondendo que queria ir para o Nacional, no começo, sem muita vontade. O que eu achei incrível porque é muito real o comportamento nesse anime. 
Na realidade, muita das vezes as pessoas que praticam algo não vão muito além. Não desejam muito além e é exatamente isso que é mostrado. 

O comportamento dos alunos vai mudando de pouco a pouco, com as broncas do "simpático" professor. O que acaba despertando um interesse por querer melhorar, conquistar sua aprovação. A partir daí o passado dos veteranos vem a tona, discussões, conflitos, discórdias, por aí vai. 



No começo do anime eu assitia ele que nem um Glasslip e no final eu já estava : "MEU DEUS SENHOR AI MEU CORSSAUM CADÊ O PRÓXIMO?"

Durante todo o anime, não só a Kumiko, mas praticamente todos passam por uma grande evolução e se eu for falar de tudo, eu realmente escreverei uma bíblia aqui mas vamos nos concentrar nos principais, então. 

A Kumiko era daquelas que seguia o fluxo. Queria melhorar, mas não se destacar ou realmente perseguir o desejo de ir ao nacional. Até que ela encontra a Kousaka. A antiga colega de banda dela, e que antes de ela se mudar para a escola atual tiveram um pequeno desentendimento. Tal esse que ela não conseguia nem encarar a menina nos olhos. ┌( ಠ_ಠ)┘

Com ajuda de suas novas amigas ela consegue falar com ela, e no decorrer da história as duas vão se aproximando e se conhecendo melhor. No episódio do festival por exemplo, onde a Kousaka arrasta a Kumiko para o topo de uma montanha, e diz que quer ser especial, mais que qualquer pessoa. ( Gente, achei lindo a ceninha das duas tocando juntas. (ಥ_ಥ))




Nesse mesmo episódio a Hazuki é rejeitada pelo Shuuichi afinal ele gostava da Oumae. ( é tretaa!!!)
A Aoi acaba saindo da banda e para acender aquela velinha linda em cima do bolo  Taki anuncia as audições para escolher quem irá tocar no concurso. 
Aí meus amigos... a discórdia é tanta que uma aluna até acusa o professor de favorecer a Kousaka e ela caba tendo que arrumar uma outra audição para quem faria o solo do trompete. 

Meu deus! Aquele episódio me deu arrepios. O anime conseguiu criar uma atmosfera tão boa, o solo da Reina foi... fantástico. 




Algo que eu acho muito interessante por parte do anime é o episódio onde a Oumae está ensaiando muito para tocar uma parte onde os eufônios foram colocados de "última hora" - entre aspas porque na verdade tinha tempo mas vocês entenderam. 
E o professor diz que apenas a Asuka vai tocar essa parte no ensaio. 
Ela não transparece sua tristeza de imediato mas em um momento que está andando na rua, começa a chorar e correr pela calçada, até grita que quer melhorar. E aí sim, ela entende melhor o sentimento da Reina, de não querer fracassar e acreditar em si mesma que pode alcançar um objetivo maior. 

E o último episódio então?! Nossa,my harti, melhor episódio! ( bônus: Taki sensei de terno gente.)


                                    sedussaum ( ͡° ͜ʖ ͡°)

(Não se enganem, por trás dessa carinha bonita tem um sangue frio e impiedoso)

Meu mundo acabou quando eu vi a palavra fim. EU PRECISO DE MAIS UMA TEMPORADA!! 
Cá entre nós eu acho que tem chances, já que eles só foram escolhidos para ir ao nacional e ainda tem umas pontas soltas na história então, amigos, vamos dar as mãos e rezar. 


Só uma pequena nota aqui: 


EU SHIPPO MAIS KUMIKO E REINA DO QUE KUMIKO E SHUUICHI! AHAHSUAHGUDAASAIFIAJIA


Só isso mesmo. Queria abrir meu coração para vocês...nada demais.






Administradora: My-chan