domingo, 29 de março de 2015

Death Parade


Yo!

Eu sempre gosto de fazer as análises na hora em que eu termino o último episódio, assim eu consigo escrever com a emoção que eu estou sentindo. :3 E sim, eu escrevi três posts no mesmo dia, só estou postando em horários diferentes ( Ah, como a tecnologia é prática)

Death Parade foi aquele anime em que na hora de ver a temporada de inverno, eu olhei pra ele, ele olhou pra mim e eu disse : eu... PRECISO ASSISTIR ISSO!!!!

E nossa, o anime é sensacional, o final é sensacional, e vocês , que não assistiram, eu não que fizeram das suas vidas. 



......................................................................
Para onde você acha que vai após a morte? No bar Queen Decim haverá um homem de cabelos bracos para lhe receber. Ele os desafiará para um jogo, no qual arriscarão a suas vidas para poderem sair dali. 

Aperte o botão quando estiver pronto. 

E que a sorte esteja com você. 
..................................................................

Death Parade ( Online)




Análise ( Spoilers~)






A arte desse anime é simplesmente linda! Os detalhes, as cores, o cuidado de combinar a imagem do corte do intervalo com o jogo que os participantes estão jogando, é tudo... perfeitamente perfeito!

A opening e a ending então, estou viciada nas duas!


Cada jogo, cada história de cada participante, te prende tanto, eu não consigo descrever o quanto eu gostei de assistir cada episódio. 

Você concorda, discorda, sente raiva de qual foi a decisão final de Decim para onde cada participante irá e eu achei isso fantástico. Pois mostra bem o que o anime insinua ali. 
E cada sentimento, cada angústia, tristeza e raiva é mostrado com tanta realidade, é impressionante como tudo é tão bem feito. 



A Nona, no começo, eu não sabia se gostava ou não gostava dela, mas no decorrer dos episódios, a gente vai descobrindo o que ela está tentando fazer com o Decim. ( " no decorrer" tipo, só mostra mesmo no final do anime, mas né?) 

Ela estava tentando mostrar que os árbitros não são apenas bonecos, que eles conseguem entender os sentimentos humanos, ou melhor, precisam entender os sentimentos humanos para que consigam fazer um julgamento   justo, mesmo que seja ainda mais complicado. 



Quanto a Chiyuki, eu não conseguia entender muito bem o papel dela no anime, essa personagem é bem misteriosa, afinal o anime não mostra nada sobre ela, apenas as histórias da Chavvot (é assim que se escreve? ) tanto é que só ficamos sabendo seu nome no 11 episódio! 

Mas sua importância fica bem clara no nono episódio, eu acho que é no nono pelo menos ( Meu deus, minha memória é uma maravilha, gente!) e na sua convivência com o Decim, ela mostra como os humanos se comportam, como é ter sentimentos e como é fácil você abalá-los. 

Ela vai descobrindo de pouco em pouco seu passado, nos últimos episódios, lembrando de sua infância, até ver que seu corpo é de um boneco e que na verdade ela era uma humana. 



Só pra chamar a atenção de vocês pra esse pequeno detalhe aqui, a cena dela patinando no gelo, é simplesmente magnífica. Os movimentos são lindos e fluídos, essa cena ficou muito bonita, realmente. 

Bom, finalmente descobrimos que ela se suicidou, e pode até haver gente que vai achar que ela se suicidou "do nada" e enfim, mas não é "fácil" mas também não é difícil uma pessoa desistir da vida e o anime deixa claro isso. Depois que Chiyuki perdeu a habilidade de patinar ela viu que era praticamente a única coisa que a ligava a todas as outras pessoas, e depois disso pareceu perder o sentido, que suas relações eram muito artificiais.

O último episódio, foi muito bom, eu realmente achei que ela ia apertar o botão na hora de escolher se queria voltar a vida, ela se arrepende por ter se matado, chora, mostrando o quanto queria falar com sua mãe. 

E no momento em que o Decim chora, que ele conhece o que é ficar triste pela primeira vez, dá para ver bem o quanto Chiyuki influenciou no aprendizado do "funcionamento" dos sentimentos dos humanos. 

Já falei que é difícil me fazer chorar com qualquer coisa, praticamente impossível, e a cena realmente tem que ser boa pra me fazer ficar realmente triste e Death Parade consegue trabalhar muito bem na hora de transmitir as emoções. 

É tão lindo e triste ao mesmo tempo, a cena em que os dois se despedem e a Chiyuki vai pra reencarnação é... lindo. (ಥ﹏ಥ)



Dá pra ver o quanto eu achei esse anime fantástico, vai realmente ficar para meus favoritos desse ano. 

(Só para deixar aqui um dos meus personagens favoritos foi o Clavis, ele é muito fofo gentem *-*)
Bom, eu espero que tenham gostado da análise. :3





Administradora: My-chan


Nenhum comentário:

Postar um comentário